Nos dias 28 e 29 de novembro de 2023, o Sinqia Summit proporcionou uma imersão profunda nas tendências que moldam o futuro do setor financeiro. Dentre os diversos assuntos debatidos, especialistas abordaram as transformações impulsionadas pelo Pix e Drex, explorando como essas inovações estão moldando os pagamentos e recebimentos no país.

O painel contou com a participação de Alexandre Machado, Group Product Manager da Sinqia, Naasson Ferreira, do Mercado Bitcoin, Reinaldo Alkimim, Product Manager da Sinqia, e Bruno Bandiera, Banker de Digital Assets no Genial Investimentos. As três empresas integram um consórcio no projeto piloto do Drex, além da Mastercard.

No início do debate, Naasson Ferreira ressaltou a relevância da tecnologia na transformação do mercado tradicional. “A tecnologia possibilitou ao mercado financeiro realizar operações que anteriormente seguiam fluxos diários, agora executadas de maneira instantânea. Além disso, observamos uma evolução na regulação, que viabilizou o desenvolvimento dos produtos e serviços que desfrutamos atualmente. O Drex, nesse contexto, é percebido como uma evolução dessas inovações”, afirmou.

O especialista também ressaltou a incorporação do conceito de descentralização pelo mercado e Bancos Centrais, mencionando a aplicação no desenvolvimento de pilotos de moedas digitais que estão pavimentando o caminho para os produtos do futuro. 

Drex e a evolução do setor financeiro

Em seguida, Reinaldo Alkimim enfatizou a importância do Drex neste cenário. Segundo ele, o Drex será disruptivo, eliminando o papel-moeda e garantindo transações mais eficientes e seguras. 

“A grande sacada do Drex é possibilitar a garantia de uma compra com a certeza de que o pagamento será efetuado, proporcionando segurança para ambas as partes envolvidas. O primeiro MVP (Produto Mínimo Viável) será implementado com títulos públicos federais, e em seguida, teremos iniciativas envolvendo outros reguladores, como a compra de imóveis e veículos. O Drex promete viabilizar todas essas transações de forma eficiente”, detalha.

Impactos do Pix em pagamentos

Bruno Bandiera abordou a relevância do Pix no avanço do setor financeiro, mesmo com sua aplicação ainda restrita a transferências instantâneas. “Atualmente, observamos um uso do Pix que se limita, em grande parte, ao que seria equivalente a TED e DOC. No entanto, podemos antecipar uma ampliação significativa para pagamentos no varejo no futuro. As agendas do Pix desempenham um papel crucial ao desbloquear um maior valor no projeto”, enfatizou.

Com apenas três anos de existência, o Pix já é muito popular entre os brasileiros, que o adotaram como um dos principais métodos de pagamento. Para se ter uma ideia, do início das operações até 31 de outubro de 2023, foram realizadas 66,5 bilhões de transações via Pix, um volume movimentado de R$ 29,7 trilhões, segundo dados do Banco Central.

Para 2024 e nos próximos anos, podemos esperar inovações como o Pix Automático, que promete substituir o débito automático, e o Pix Garantido, que permite parcelamento via Pix – mas ainda sem previsão de início, além do Pix Internacional, também sem data de lançamento.

Regulação e criptoeconomia

Naasson Ferreira trouxe à tona o cenário da criptoeconomia, destacando a emissão do Drex pelo Banco Central e a necessidade de evolução na regulação para suportar esses novos produtos financeiros. 

Ele antecipou a expectativa de consultas do Banco Central sobre as melhores práticas para ativos industriais, sinalizando a iminência de regulamentações no primeiro semestre de 2024.

Reinaldo Alkimim encerrou o debate destacando a importância da segurança nas transações, explicando como as mensagens entre instituições financeiras e o Banco Central passam por uma rede privada e são criptografadas. Além disso, ele ressaltou o papel da educação, um tema vital para promover a compreensão e adoção dessas inovações.

O painel do Sinqia Summit ofereceu uma visão abrangente das transformações em curso, promovendo reflexões essenciais para todos os participantes interessados no futuro do setor financeiro.

  • Confira a transmissão completa do 1º dia

  • Confira a transmissão completa do 2º dia

Fale com
um especialista

Quer saber como nossos produtos e serviços ajudam você a superar seus desafios? Escreva pra gente


Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência de navegação, desempenho e personalizar o conteúdo do site.
Para mais informações, acesse nossa Política de Privacidade